***   Prefeitura devolve Santa Casa ao Instituto de Missionárias   -   Na manhã desta sexta-feira (25/07/2014), o prefeito de Caraguá, Antonio Carlos, participou da solenidade de assinatura do novo convênio com a Casa de Saúde Stella Maris. Depois de um ano sob intervenção do Governo Municipal, a unidade foi devolvida totalmente saneada e livre de todas as dívidas ao Instituto de Pequenas Missionárias de Maria Imaculada. A partir da próxima semana, o hospital passa a ser administrado novamente pelo Instituto. Estiveram presentes o secretário adjunto de Estado da Saúde, Wilson Modesto Pollara, representantes do instituto, secretários municipais e funcionários do hospital. Durante a solenidade, o prefeito apresentou ao secretário adjunto os projetos de construção de um pronto socorro municipal na Santa Casa e a adaptação do prédio da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no Jardim Primavera, para receber o PAI (Pronto Atendimento Infantil).  A proposta é que o PAI atenda crianças até 12 anos e também o pré-natal das gestantes. Antonio Carlos agradeceu a parceria do Governo do Estado e destacou que sua preocupação durante a intervenção da prefeitura na Santa Casa foi em manter o hospital aberto para atender à população. “Hoje devolvemos a Casa de Saúde ao instituto sem dívidas, com aumento nos repasses e propostas de outros investimentos para melhorar ainda mais o atendimento”, disse. O secretário adjunto, Wilson Modesto Pollara, disse que o prefeito teve uma atitude heroica ao assumir a Casa de Saúde Stella Maris. “Antonio Carlos ajustou o hospital, quitou as dívidas, fez reforma na unidade e devolveu à instituição em condições muito melhores do que quando encontrou. Dentro do que já estava programado, o Estado investiu R$ 1,5 milhão no Centro de Trauma, para procedimentos de Traumatologia e Ortopedia”, disse Pollara.     Convênio    -   A Casa de Saúde Stella Maris receberá do município os recursos para cobertura dos serviços conveniados de acordo com o Plano Operativo. Os repasses e incentivos negociados são do Fundo Municipal de Saúde, Fundo Estadual da Saúde e o Fundo Nacional de Saúde/Ministério da Saúde. O convênio prevê que a Santa Casa receba mensalmente R$ 2.327.067,58. Deste montante, R$ 277.493,21 são provenientes do município, R$ 840 mil do Estado e R$ 1.209.574,37 do Governo Federal (SUS).    Denúncias   -   Há notícias dando conta de que o convênio assinado entre a prefeitura e o Hospital Stela Maris, depois da mais tumultuada intervenção de todos os tempos, não inclui alguns serviços fundamentais como, a avaliação cardiológica para vítimas de AVC. Neste caso o paciente teria que ser removido para fora da cidade. Os principais serviços que não constam da lista são: Neurologia, psiquiatria, urologia.   Responsabilidade   -   1) Quem vai responder pelos óbitos ocorridos pelo mau atendimento ou falta dele durante o período de intervenção? 2) Porque a devolução da Santa Casa ocorre às vésperas das eleições? 3) Depois de tudo que aconteceu, dos prejuízos financeiros, dos males suportados pela população, quer dizer que tudo volta a ser como antes? 4 ) Isto é choque de gestão?

Tempo - Cº

Caraguatatuba
CPTEC - INPE
Foto Satélite
Previsão p/ 10 dias

Noroeste News

Nosso jornal esta disponivel em PDF caso não possua clique na figura é gatuíto!

Classificados

Jornal Completo

Edições Anteriores

2013

2014

WEBMAIL

Fale conosco

 x

Edição 850 - Semana de 24/07 a 31/07//2013

Para entrar nesta edição clique na capa

 

 

 

 

 

  Pesquisar em nossos arquivos

Loading

 

Edições Anteriores

Fale conosco
e-mail: editor@noroestenews.com.br


©1998

Instituto Cesar Informática Ltda.

Rua Guarulhos, 157 - sala 4

Fone: 12 3883-3433

Caraguatatuba - SP

CEP - 11660-070